REVISTA BICICLETA - 22 de Setembro, Dia Mundial Sem Carro e Início da Primavera.
Baixe Gratuitamente a Edição Digital de Maio - Junho 2017 da Revista Bicicleta!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 77

Leia

Revista
Bicicleta



+bicicleta - Mobilidade

22 de Setembro, Dia Mundial Sem Carro e Início da Primavera.

Revista Bicicleta por Therbio Felipe
103 visualizações
22/09/2017
22 de Setembro, Dia Mundial Sem Carro e Início da Primavera.

Interessante refletir sobre esta coincidência, porquanto indicam uma proposta de renovação de esperanças e olhares mais atentos voltados à beleza das paisagens, sejam urbanas ou não.

Criada em 1997, na França, a distinção da data teve como fundamento promover em forma de manifesto e de testemunho que, pelo menos por um dia, as pessoas reflitam e deixem seus carros em casa e se locomovam a partir de formas alternativas de mobilidade, incluindo, preferencialmente, transportes ativos.

À partir do ano 2000, a data passou a ser adotada por inúmeras cidades pelo mundo de forma organizada, levando a uma cada vez maior e intensa crítica social ao modelo de consumo do espaço urbano, em oposição à imobilidade urbana e avessa à hegemonia do automóvel e seu uso desinteligente. 

Clamores se somaram à iniciativa ampliando a noção de uma cidade mais humanizada, um ambiente urbano menos caótico e poluído, além de incentivar que as pessoas optem por mover-se ativamente, desde caminhadas, usando a bike, de patins ou roller, skate ou outro meio.

Ressignificar as ruas, então, passou a ser uma ideia tão bem vinda quanto necessária, e ousamos pensar que mais do que optar pela bike por um dia trata-se ainda de uma escolha individual pela saúde particular, coletiva e das cidades.

Cremos que estamos fazendo nossa parte por uma cidade melhor, por um mundo melhor, mas prioritariamente, por um ser humano melhor, pois a opção atinge a cada cidadão que a tomar e impacta a sociedade onde esteja inserido.

Comemorações ativistas como estas reforçam a necessidade de mudanças nas relações desiguais nas cidades, assim como enaltecem a urgência de se repensar a acessibilidade, o direito de ir e vir, a ambiência humanizada da urbes e a gestão dos espaços urbanos, além de fazer das cidades lugares mais bonitos, pelo menos por um dia.

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados