REVISTA BICICLETA - Bicicleta, símbolo de uma vida nova
MPRO
Lube Cera Premium

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 83

Leia

Revista
Bicicleta



+bicicleta - Saúde - Boa Forma

Bicicleta, símbolo de uma vida nova

Conheça a história de Raquel Cristina Alves, auxiliar administrativa de 33 anos, residente em Itajaí - SC, que perdeu 23 kg em um ano ao pedalar para longe da vida sedentária que ela levava.

Revista Bicicleta por Raquel Cristina Alves
13.308 visualizações
24/04/2015
Bicicleta, símbolo de uma vida nova
Foto: Arquivo pessoal

Tive bicicleta até meus 14 anos, e minha diversão era pedalar nos finais de semana com primos e amigos. Mas como acontece com muitos, a bike deixou de fazer parte do meu dia a dia quando comecei a trabalhar. Aos 18 anos, com a aquisição de uma motocicleta para os deslocamentos diários, a bicicleta ficou de lado até que foi abolida inclusive dos finais de semana. Foi quando me acomodei de vez.

O tempo foi passando e demorei para ver as consequências de uma vida sedentária. A ficha só caiu em setembro de 2013. Eu já estava me sentindo mal há alguns meses. O calor, as roupas que não serviam mais... Olhando umas fotos em meu computador eu realmente me assustei com o que vi: estava muito acima do peso. Foi aí que percebi que tinha que mudar.

Bicicleta. Eu sempre gostei de pedalar e neste momento ela foi a primeira coisa que me veio à cabeça. Resolvi comprar uma bike simples e comecei a pedalar de 10 a 15 km por dia. Além disso, fiz uma reeducação alimentar e passei a frequentar a academia. Quando comecei a pedalar eu estava com 78 kg. A partir dali, comecei a emagrecer 1, 2, 3 kg, e fui me animando. 

Eu sempre via esses grupos que passam à noite próximo da minha casa, pedalando com luzes e equipamentos, e eu sempre dizia para minha mãe: “eu quero pedalar com eles”. Resultado: comprei uma bicicleta melhor, todos os equipamentos e comecei a pedalar 50 km. Depois 70 km. Então, 100 km por dia! E com essa determinação, fui convidada para competir em maratonas e provas. 
Eu não imaginava que a bicicleta, algo tão simples, iria mudar de ponta cabeça minha vida. Para mim, ela é o símbolo de uma vida nova, a alegria de pedalar com amigos, sentir a natureza, sentir-se bem, e isso é tão maravilhoso que é até difícil de expressar. Além de emagrecer, a bicicleta melhorou minha saúde, bem-estar, autoestima, sinto-me mais disposta, o estresse do dia a dia não me afeta tanto, tenho a felicidade de uma nova vida.

Hoje, costumo pedalar em asfalto, estradões, trilhas, morros e nas ciclofaixas à beira-mar. Pedalo sempre acompanhada de um amigo ou em grupos, pois acho um pouco perigoso pedalar sozinha. Em nossa cidade há vários grupos e a cada dia consigo pedalar com um grupo diferente. Além disso, sou atleta do ciclismo, uma das coisas que nunca passou nos meus pensamentos que iria acontecer. Participei dos Jogos Abertos de Santa Catarina e estou na equipe de ciclismo de Itajaí.

E o que me deixa muito feliz: emagreci 23 kg em um ano, de setembro de 2013 até setembro de 2014. Estou com ótimo condicionamento físico e somente 18% de gordura no corpo.

Sou outra mulher. Sinto-me bem de corpo, humor, saúde, disposição. É um bem-estar incrível e uma mudança grandiosa que aconteceu em minha vida por causa da bicicleta. 

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha