REVISTA BICICLETA - Cycle Chic - Agradável aos olhos
Baixe Gratuitamente a Edição Digital de Janeiro / Fevereiro 2017 da Revista Bicicleta!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

Desafio dos Rochas
Revista Bicicleta - Edição 70

Assine

Revista Física
Revista Virtual



+bicicleta - Cycle Chic

Cycle Chic - Agradável aos olhos

Revista Bicicleta por Anderson Ricardo Schörner
5.385 visualizações
18/06/2015
Cycle Chic - Agradável aos olhos
Foto: Shutterstock

A criação do blog Copenhagen Cycle Chic, em 2007, foi um marco na história da bicicleta. O visionário Mikael Colville-Andersen reuniu, neste blog, fotos de ciclistas de Copenhague que fossem “agradáveis aos olhos”, em um misto de cultura da bicicleta, mobilidade, moda e urbanismo. 

O termo “Cycle Chic”, cunhado por Mikael, tornou-se um movimento mundial. É difícil imaginar outra iniciativa que incite a participação, tal qual aconteceu com os blogs Cycle Chic, ao redor de todo o mundo. Pessoas ligadas à cultura da bicicleta criaram espaços virtuais semelhantes ao de Mikael, para também compartilhar fotos de pessoas com bicicletas em suas cidades. Muitos destes blogs hoje são afiliados do original de Copenhague; outros, emprestam o conceito para promover o ciclismo associado à moda. O alvo dos cliques são cidadãos comuns, vestidos com elegância enquanto utilizam a bici como meio de transporte. Em 2010, um ranking do jornal britânico The Guardian elencou o blog de Mikael entre os 10 melhores sobre moda, evidenciando sua importância diante da crescente utilização da bicicleta na composição estética e conceitual de um estilo despojado e, ao mesmo tempo, elegante.

Portanto, Cycle Chic é um termo moderno para expressar o que existe desde a criação da bicicleta. Representa a tendência de voltar a pedalar como forma de se locomover inteligentemente pela cidade, utilizando para isso trajes habituais, os mesmos que seriam usados para caminhar ou dirigir. Nada é proibido ou restringido apenas pelo fato de optar por este modal.

A bike permite estes vínculos, como com a moda. No final do século XIX, por exemplo, ela influenciou uma mudança drasticamente positiva no vestuário feminino. Até então, as vestimentas pesadas e sufocantes limitavam a capacidade das mulheres de se mover, provocavam desmaios, debilitavam física e moralmente as damas, com a clara premissa de mantê-las em condições de dependência. Pálidas e doentes, elas quase não praticavam atividades físicas. Enclausuradas, viam a cidade apenas da janela. Os esforços para uma vestimenta mais digna e confortável começaram a surtir efeitos por volta de 1890. As ativistas da época logo se envolveram com a bicicleta. O ato de pedalar foi um dos responsáveis pela eliminação do uso do espartilho, pois com ele era impraticável andar de bike.

Aos poucos, as mulheres conquistaram vivacidade, saúde e liberdade sobre a bicicleta. Hoje, essas características estão presentes nas fotos Cycle Chic, entre homens e mulheres, jovens e idosos, ricos e pobres. Mais do que isso, agraciam os espaços públicos com uma cena que nos remete ao bem-estar, à felicidade e à inclusão social. São protagonistas de um novo cenário urbano, e servem de modelo de comportamento.

Mesmo em situações adversas, os ciclistas retratados nos blogs Cycle Chic possuem a típica expressão de comunhão com a cidade. Nesta época de verão, as cidades brasileiras que possuem o blog, como Porto Alegre e Vitória, retratam ciclistas com roupas frescas e leves para amenizar o calor. Ao mesmo tempo, os blogs europeus, como o de Strasbourg, estão repletos de ciclistas enfrentando o frio do inverno no hemisfério norte. O blog original, de Copenhague, por exemplo, está com fotos incríveis de pessoas pedalando na neve. O fenômeno climático recorrente na cidade não é desculpa para não pedalar: mais de 40% da população usa a bike para os deslocamentos diários.

Mas quando se fala de ciclismo e moda, muitos podem achar que a beleza do Cycle Chic está na escolha certa das roupas e acessórios. Em parte, isto é verdade. Mas a afeição vai além do que os olhos podem ver. Aqueles que optam pela bicicleta possuem um estilo de vida saudável e uma nova percepção da cidade, e transmitem isso ao optarem por pedalar. Além disso, um estudo recente encomendado pela British Heart Foundation revelou também que uma pessoa em bicicleta é vista pelos outros como mais inteligente, legal e generosa do que a maioria das pessoas. O estudo afirma que “ciclistas, ao que parece, causam uma grande impressão!"

 

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Vídeos

 

 

Para fechar o banner, clique aqui ou tecle Esc.

Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados