REVISTA BICICLETA - Minha história na bicicleta, por Regina Fernandes
Baixe Gratuitamente a Edição Digital de Maio - Junho 2017 da Revista Bicicleta!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 79

Leia

Revista
Bicicleta



+bicicleta - Ideias - Superação

Minha história na bicicleta, por Regina Fernandes

Revista Bicicleta por Claudia Franco / Ciclofemini
34.165 visualizações
21/10/2014
Minha história na bicicleta, por Regina Fernandes
Foto: Claudia Franco / Ciclofemini

Quando pequena, meu irmão mais velho e eu, ganhamos bicicletas!!! A dele era uma bicicleta verde com duas rodas e a minha, um triciclo azul. Meninas não andavam de bicicletas com duas rodas!!! Meu pai adorava bicicletas e participava de competições na juventude, mas ele não teve tempo de me ensinar a andar de bike. Meu irmão mais velho sempre participava dos passeios ciclísticos na entrada da Primavera, mas eu não o acompanhava… Não sabia andar de bike!!!

Próximo aos meus trinta e poucos anos, comprei uma bike cor de rosa e resolvi que aprenderia a andar de bicicleta sozinha. Levei a bicicleta para o sítio e tentei, sem sucesso, pedalar em uma estradinha de terra (com minha bike rosinha!!!!) A bike ficou encostada e  eu me contentava em pedalar bikes paradas de academia. A minha vontade de pedalar não passou!! Busquei na internet como pedalar e onde aprender, mas não encontrei.

Um dia, recebi  de uma amiga,no Facebook, um link sobre as Bandanas do bem. Visitei o blog CICLOFEMINI, vi o curso Pedal Aprendiz e logo pensei: Aí está minha oportunidade!!! Aprender a pedalar!!!Enviei e mail, me cadastrei no blog e fique aguardando ansiosa pela resposta!

Entre os e mails que enviei ao Ciclofemini, fui para Atibaia com meu sobrinho e compramos duas bikes. Falei para o vendedor que não sabia andar de bike e ele logo providenciou duas rodinhas!!! (A mãe dele tb pedalava com rodinhas!!!)Fomos para o sítio e lá fui eu , pedalar com minha bike de rodinhas na mesma estradinha que tentei pedalar anos atrás com a bike rosinha!.

Marquei com a Cláudia a 1° aula e a primeira providência foi retirar da minha bike as tais rodinhas.O que senti na 1° aula????? Taquicardia, calor, uma sensação de que não daria conta do recado. Precisei, no meio da aula, sentar, respirar fundo para continuar.

A segunda aula foi mais tranqüila, me senti mais confiante e meu equilíbrio já estava bem melhor.

Na terceira aula, estava presente o produtor de fotos e vídeo Marcelo, que registrou as minhas primeiras pedaladas, com a Cláudia me apoiando (Como se estivesse me segurando pelas mãos para os meus primeiros passos!)

Na quarta aula demos várias voltas pela quadra com Cláudia me apoiando e, de repente, ela me soltou…e eu não caí…Sensação deliciosa de capacidade,liberdade,felicidade, vontade de gritar, CONSEGUI PEDALAR!!!! A vontade era de ficar pedalando por horas… Um rapaz estava fazendo alongamento próximo ao local, que alongamento longo!!!! Na verdade, ele estava nos observando e deveria estar imaginando o que faziam aquelas duas na quadra!!! Cláudia me falava para não ligar,deixar o rapaz para lá porque ele não era nosso tipo!

O que eu diria às mulheres que tem medo???Tenha em mente o pensamento de Cláudia Franco: “Sinta, reflita e decida e tudo ficará diferente. Você pode mudar sua vida e de todos ao seu redor em segundos e nada será igual ao que era antes”.

O segundo depois de ficar pedalando sozinha foi muito bom!!! Agora que iniciei no pedal, a sensação é de liberdade, de abrir horizontes para novas experiências, novas amizades, novas paisagens….

Por não saber pedalar, perdi passeios muito interessantes. Será que terei novamente a oportunidade de pedalar entre campos de mostarda na Índia??? Uma dessas oportunidades já passou. Visitei os campos de mostarda, de triciclo!!!

Aprender a pedalar no dia da árvore e na entrada da primavera Tb foi muito significativo. Lembrei-me de uma frase que ouvi a muitos anos, que uma flor tem seu momento certo para desabrochar, nem antes, nem depois.. eu demorei um pouco mas aconteceu…

Com as mãos de fada , o carinho , a dedicação e o projeto de Cláudia Franco realizei meu sonho! Além do apoio nas aulas, sempre envia mensagens de incentivo  via FB, SMS,e mails.

Tenho comigo que nada acontece por acaso, mas precisamos ficar atentas e abraçar as oportunidades que a vida nos oferece! O click no computador para pesquisar as bandanas do bem fez toda a diferença nesses dias! Conheci a Cláudia, aprendi a pedalar, passamos momentos agradáveis no parque, fiz novos amigos e meus sonhos foram renovados!!!

Nossa melhor conselheira é nossa voz interior, que se lembra dos nossos sonhos, nossos desejos e não nos deixa esquece-los…

Precisamos de cuidados com alguns “Conselheiros” que recomendam: “Compre um triciclo já que você não sabe pedalar, está na moda”!!!; “coloque rodinhas na bicicleta, muita gente usa”!!!, “para que aprender andar de bicicleta”??? e por aí vai….

Meus sonhos atuais: Uma volta completa na Ciclovia do Parque Villa Lobos com minha Lajotinha,minha amiga Cláudia Franco e sua  Picolé; passeio na ciclo faixa; uma trilha bem bonita, pedalar na França…..

Pedalar é muito mais do que se equilibrar sobre duas rodas, é desbravar por novos caminhos, descobrir um mundo novo de possibilidades e deixar nossa imaginação voar…..

Regina Fernandes

Assista o vídeo da conquista da Regina

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados