REVISTA BICICLETA - Cyclobus, o novo veículo escolar da França
Baixe Gratuitamente a Edição Digital de Maio - Junho 2017 da Revista Bicicleta!
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 77

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Cyclobus, o novo veículo escolar da França

Em Rouen, crianças de duas escolas pedalam coletivamente para ir às aulas. E tomam lições de trânsito, de respeito aos pedestres

Por Mobilize
1.696 visualizações

Cyclobus, o novo veículo escolar da França
Foto: Normandy Activities

As crianças da Escola Anatole France, em Rouen (Ruão), norte da França, pedalam todos os dias para ir à escola. Algumas já o faziam naturalmente, com os pais e alguns coleguinhas, mas agora elas contam com o Cyclobus, uma divertida criação de dois jovens empreendedores locais.

É um ônibus dotado de 10 selins, movido a pedaladas, com uma suave assistência elétrica. O conjunto é conduzido por um adulto, que é responsável por levar o "ônibus" à porta de cada um dos estudantes . "Foi ela quem pediu para usar esse ônibus", explica Hélène, mãe da pequena Lou, de sete anos. "Eu deixei de levá-la à escola e ganhei 45 minutos cada manhã antes de ir para o trabalho", completa a mãe. O projeto seduz crianças, pais e educadores porque reúne uma série de vantagens: é ecológico, estimula a prática esportiva entre as crianças, melhora o convívio e funciona como um exercício de trabalho em equipe.

"Para nós, a segurança é o imperativo número um", afirma Vincent Guezou, de 23 anos, um dos fundadores da empresa que faz e opera o Cyclobus. "As crianças precisam ter consciência dos riscos do trânsito e do comportamento mais adequado a adotar em cada situação. Mesmo quando os pedestres que encontramos nos dão sinal de passagem, nós paramos o veículo porque eles sempre devem ter prioridade", explica Vincent.

O quadriciclo circula à velocidade de 15 km/h e tem prioridade para circular pelas pistas cicláveis e também pelas ruas de pedestres da cidade. Com largura de 1,20 m o veículo transita com facilidade pelas ruas históricas, sem causar danos, o que abre a possibilidade de ser utilizado em passeios turísticos. Materiais escolares e outros objetos são colocados em um bagageiro localizado na parte da frente, permitindo que as crianças tenham total liberdade para pedalar.

A ideia do ônibus a pedal veio de Aalten, na Holanda, perto da fronteira com a Alemanha. A invenção é atribuída a Thomas Tolkamp, um apaixonado por bicicletas, que inicialmente fez um quadriciclo para famílias. A ideia foi levada à França por Amaury Piquiot, um estudante de comércio que fez um estágio na Holanda. Três meses mais tarde, já de volta a Rouen, a pedido de um professor de logística, Amaury começou a trabalhar em um projeto de transporte ecológico e quase imediatamente pensou na possibilidade de utilizar veículos a pedal com a possibilidade de usá-los no transporte escolar.

Um dos objetivos era reduzir aquela conhecida fila de carros diária na entrada e saída das escolas, muito comum aqui no Brasil. Terminado o curso, ele se juntou ao amigo Vincent Guezou e juntos conseguiram reunir recursos para iniciar a empreitada, inicialmente com duas escolas, uma pública, a Anatole France, e outra privada, a Saint Marie. Agora os dois sócios estão buscando um financiamento do fundo europeu Ulule para ampliar a operação dos Cyclobus.

Veja o vídeo da francetv éducation sobre o Cyclobus:

Curtiu esse post?

Quer receber mais conteúdo sobre bicicleta e ciclismo em sua casa? Então clique aqui conheça nossas ofertas de assinatura.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados