REVISTA BICICLETA - Hiponatremia: importância da ingestão de sódio durante o exercício
MPRO
Sapatilha Berm

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 87

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Hiponatremia: importância da ingestão de sódio durante o exercício

Especialista explica o que fazer para evitar as consequências da falta dessa substância no organismo

Por Eu Atleta
1.213 visualizações

Hiponatremia: importância da ingestão de sódio durante o exercício
Foto: Depositphotos

Com a proximidade do verão e de dias mais quentes, volta a existir a maior preocupação Sócom a reposição de líquidos para evitar a tão temida desidratação. Felizmente a hidratação já se tornou um hábito “consagrado pelo uso” entre os praticantes de exercícios físicos. O que ainda não se tornou um consenso para os que praticam exercícios em climas quentes é a necessidade de reposição de sódio durante a prática, apesar do uso dos isotônicos estar bastante difundido.

O conhecimento de que perdemos além de água, também sais minerais pelo suor já é bastante prevalente, entretanto ouvimos muito mais sobre a preocupação com a reposição de potássio do que com o sódio. Na verdade, o risco decorrente da perda de sódio em grande quantidade com a sudorese é que causa preocupação. Este quadro, denominado hiponatremia, levou algum tempo para ser reconhecido como um sério problema para a situação do exercício no calor. A preocupação era sempre com a necessidade de evitar a desidratação, e daí a recomendação da ingestão de água.

O que ocorre é que quando a sudorese é abundante, a perda de sódio pode se tornar muito significativa. Para se ter uma ideia, podemos fazer um cálculo aproximado da quantidade de sódio perdida numa atividade física em um dia mais quente. A sudorese, ou seja, a quantidade de suor produzida por hora em um exercício no calor varia bastante de um indivíduo para outro. Pode ser de 0,5 a 1,0 litro na maioria das pessoas, dependendo do exercício e das condições ambientes.

Hiponatremia é um risco para quem não repõe sódio durante o exercício
Foto:
Getty Images

Vamos fazer um cálculo mais simples, considerando alguém que tenha uma sudorese de 1 litro por hora e corra uma prova que dure 2 horas. O suor contém quantidades também diferentes de sódio entre diferentes indivíduos, podendo variar de 1 a 2,5 gramas por litro de suor. Neste exemplo, o indivíduo teria perdido em duas horas de exercício de 2 a 5 gramas de sódio, praticamente sem perceber.

Este exemplo permite que tenhamos uma dimensão da quantidade deste nutriente que podemos facilmente perder. Fica então mais claro a importância da sua reposição, enfatizando que quando a duração, a intensidade do exercício e o calor ambiente são significativos beber sòmente água não é suficiente.

Evitar a queda do sódio no sangue durante exercícios prolongados, particularmente em dias mais quentes deve ser uma preocupação tão importante quanto evitar a desidratação. Para isso, o uso das bebidas isotônicas, ou até mesmo fontes de sódio em sucos naturais como a água de coco torna-se uma atitude altamente recomendável.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados