REVISTA BICICLETA - Na Rússia, brasileiro volta a brilhar em etapa da maior maratona de bike do mundo
MPRO
Sapatilha Berm

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 87

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Na Rússia, brasileiro volta a brilhar em etapa da maior maratona de bike do mundo

Mexerica perde por milésimos de segundo para russo Gusev, mas segue em terceiro na classificação geral

Por Canoa Comunicação / Kaíque Ferreira
5.236 visualizações

Na Rússia, brasileiro volta a brilhar em etapa da maior maratona de bike do mundo
Marcelo Florentino Soares
Foto: © Denis Klero/Red Bull Content Pool

Medalha de bronze na última edição do Red Bull Trans-Siberiana, maior competição de ultradistância de bike do mundo, o brasileiro Marcelo Florentino segue firme para tentar melhorar o seu desempenho nesta temporada. Atualmente na terceira posição, Mexerica, como também é conhecido, fez bonito na oitava etapa do evento.

De Novosibirsk até Tomsk, os ciclistas tinham de encarar a menor de todas as distâncias até então: 260 km. Depois de percorrerem mais de 1.200 kms nos últimos dias, os competidores optaram por uma estratégia mais conservadora. Com proteção no joelho machucado, o russo Vladimir Gusev voltou às pistas, mesmo já fora da briga pelo troféu por não ter completado uma etapa. Ele e o brasileiro fizeram uma disputa acirrada pela vitória na prova e, nos milésimos de segundo, o europeu ficou com o primeiro lugar.

Na nona de 15 etapas, os participantes tinham de percorrer 557 km a partir de Tomsk até Krasnoyarsk. A pista continha muito pedregulhos e o terreno não se mantinha uniforme. Alguns ciclistas tiveram de parar algumas vezes ao longo do percurso. Marcelo Florentino imprimiu um forte ritmo desde a saída, mas a parte física falou mais alto e acabou ficando em quarto, com tempo de 23h12m33s. O russo Vladimir Gusev foi o vitorioso, com 18h56m19s.

Ao longo das etapas, tanto os organizadores quanto os competidores fizeram questão de elogiar as virtudes de Mexerica. Desde a infância, ele vive em região de vulnerabilidade social e encontrou na bicicleta a válvula de escape para se livrar da marginalidade.

“Quando eu venho para o Red Bull Trans-Siberiana, eu tenho de treinar muito. Eu corro atrás do Brasil inteiro atrás de ajuda para que eu possa competir”, afirmou o brasileiro.

Confira, abaixo, a classificação geral da competição após a disputa das etapas 8 e 9:

1º - Pierre Bischoff – 131h39m47s
2º - Michael Knudsen – 143h50m28s
3º - Marcelo Florentino Soares – 154h17m26s

Assista o episódio 06

Ao longo desta semana, a Revista Bicicleta trará mais vídeos e informações especiais sobre a competição que só acabará no dia 17 de agosto.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados