REVISTA BICICLETA - Presidente da Specialized vai disputar a Brasil Ride na Bahia
MPRO
Pneus Kenda

O Portal
da Bicicleta

SHIMANO
Revista Bicicleta - Edição 85

Leia

Revista
Bicicleta



Notícias

Presidente da Specialized vai disputar a Brasil Ride na Bahia

João Firmo comanda a empresa na América Latina e competirá na categoria corporativa ao lado da multicampeã brasileira, Adriana Nascimento, e de Carlos Taguá, representante da marca na região Centro-Oeste

Por ZDL
386 visualizações

Presidente da Specialized vai disputar a Brasil Ride na Bahia
Foto: Specialized / Divulgação

A Brasil Ride, uma das principais provas de mountain bike cross country por etapas do mundo, reúne campeões olímpicos e mundiais e alguns dos melhores ciclistas da modalidade do planeta. Mas, o desafio no Extremo Sul da Bahia, atrai também amadores e executivos de importantes empresas. É o caso do presidente da Specialized Brasil, João Firmo, que disputará a prova pela primeira vez ao lado de Adriana Nascimento, ciclista multicampeã nacional, e de Carlos Taguá, representante da marca na região Centro-Oeste. O trio estará na categoria corporativa e enfrentará as trilhas entre Arraial D'Ajuda e Guaratinga, de 21 a 27 deste mês.

"A ideia de participar da nona edição da Brasil Ride surgiu por um acaso. Já era tarde para iniciar os treinamentos, mas, mesmo assim, aceitamos o desafio. O objetivo é um pouco diferente para quem já participou sete vezes, como é o caso da Adriana, ou a primeira vez como eu e o Taguá. Mas, nós três temos muita vontade de nos divertir e de fazer o melhor resultado possível", destaca João Firmo, líder da Specialized na América Latina.

Diferentemente das demais categorias da competição, todas disputadas em duplas, na corporativa pode haver um revezamento entro os atletas de cada trio, uma vez que somente dois deles precisam cruzar a linha de chegada dentro do tempo mínimo de prova. Assim, se em uma das sete etapas da ultramaratona algum dos ciclistas estiver mais cansado, ele pode optar por descansar enquanto os outros dois integrantes da equipe precisam concluir o percurso do dia. Os trios que terminam juntos, ganham um bônus no tempo da etapa.

Dona de uma assessoria esportiva voltada para o mountain bike, Adriana Nascimento havia disputado a Brasil Ride pela última vez em 2016, ano em que a prova foi para o litoral do estado. "Competi na sétima edição, em uma dupla mista, porque eu precisava conhecer o novo percurso, uma vez que eu oriento muitas pessoas que treinam para a ultramaratona. Assim, é fundamental eu conhecer a realidade. Quando disputei, há dois anos, saberia que seria mais difícil por conta do calor e umidade, ou seja, fatores que nos fazem sofrer mais. Também sabia das subidas bem inclinadas e complicadas na região", explica Adriana, bicampeã na elite feminina em 2011 e 2012.

Representante há nove anos da Specialized no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e no Triângulo Mineiro, Carlos Taguá trabalha no segmento de bicicleta há 17 anos. Ele pedala desde criança e já competiu no bicicross, downhill e ciclismo de estrada. "Estava pedalando como sempre, porque nunca fiquei parado. Depois do convite do João para participar da Brasil Ride, intensifiquei os treinos porque sei do desafio e do tamanho do evento. Fiquei mais animado com a integração da Adriana Nascimento ao nosso time. Sempre a admirei como atleta e pessoa e sei da importância de estar ao lado dela e do João", avalia Taguá.

Palavra de especialista

Responsável por treinar dezenas de pessoas que competiram na Brasil Ride nos últimos anos, Adriana avalia seus companheiros de equipe e conta como surgiu a oportunidade para ela fazer parte do time Specialized Brasil na corporativa. "O João Firmo e o Taguá não são atletas profissionais e sim trabalham com bicicleta, na parte administrativa. Porém, eles se dedicam bastante aos treinamentos e são bastante focados", conta Adriana.

"Eu entrei na equipe substituindo uma pessoa que não pode ir. Eles me garantiram que o objetivo é concluir a Brasil Ride, dentro dos limites de cada um, sem pensar em pódio. Isso me deu tranquilidade porque eu não treinei focada na competição, para os sete dias, como era na minha época de ciclista profissional. Vou conseguir ajudá-los a completar da melhor forma possível. A busca é por diversão em cima da bike. Experiências únicas como as etapas longas, ficar três dias no acampamento, essa atmosfera superbacana que a prova permite", complementa a ciclista.

A prova

Considerada a Giro d'Itália do MTB mundial, a ultramaratona marcada para os dias 21 a 27 de outubro, no Extremo Sul da Bahia, oferece um desafio e tanto para os 540 atletas participantes do mundo inteiro. Durante sete dias, os inscritos na disputa têm pela frente cerca de 600 km e quase 11.000 m de altimetria acumulada, entre trilhas e estradas de terra que ligam Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, a Vila Brasil Ride, construída anualmente em Guaratinga. No último dia da competição, o sábado (27), mais 1.200 ciclistas de todo o País juntam-se às estrelas do mountain bike internacional, para a disputa da Maratona dos Descobrimentos. Uma oportunidade única de pedalar e ver de perto os melhores mountain bikers do mundo.

Inscrições

As inscrições para a nona edição da ultramaratona estão esgotadas, com 540 inscritos. No entanto, os interessados em sentirem o gostinho de pedalar com campeões olímpicos, mundiais e continentais, devem se apressar para participar da Maratona dos Descobrimentos, na manhã do sábado (27). Para garantir uma vaga na prova que é realizada durante a decisão da Brasil Ride, basta acessar o endereço: http://www.brasilride.com.br/press/prova/MaratonadosDescobrimentos.

Comentários Facebook
Comentários
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Para postar seu comentário faça seu login abaixo.

E-mail
Senha

 

Cadastre-se Aqui | Esqueceu a senha?

Edições On-lineCadastre-se Esqueceu a senha?
E-mail
Senha
Revista Bicicleta 2012 © Todos os Direitos Reservados